Centro da Biomassa - 25 Anos a promover a Biomassa

O Centro da Biomassa para a Energia (CBE) é uma Associação Privada, localizada na Região Centro de Portugal, em Miranda do Corvo, que nasceu há 25 anos de uma iniciativa da Secretaria de Estado da Energia para dar resposta a uma lacuna no conhecimento dos recursos endógenos na área da biomassa.
 

O âmbito de actividade do CBE é o da biomassa para fins energéticos, compreendendo todas as formas disponíveis, cooperando em estreita ligação com as empresas e outros organismos e departamentos de investigação nacionais e estrangeiros.
 

A sua participação em projectos nacionais e europeus constituiu desde sempre um importante instrumento de desenvolvimento da capacidade técnica do CBE, consideradas as vantagens que desses projectos podem advir para o país. São exemplos a sua participação activa nos projectos das centrais termoeléctricas a biomassa, bem como mais recentemente a contribuição do CBE para introdução dos selos de qualidade de biocombustíveis sólidos ENPlus e Biomasud.
 

A base de actividade da Unidade de Biomassa é o estudo das fileiras de valorização energética da biomassa de origem florestal, agrícola, resíduos sólidos da actividade agro-industrial e da indústria transformadora da madeira, resíduos de origem animal, resíduos urbanos e espécies especialmente vocacionadas para a produção de energia.
 

O CBE tem, ainda, um Laboratório Especializado em Biocombustíveis Sólidos, que efectua prestação de serviços a clientes externos. Desenvolve a sua actividade na preparação de amostras, caracterizações físico-químicas e desenvolvimento de trabalhos de I&D na área dos biocombustíveis sólidos. Está ainda vocacionado para prestar apoio técnico à indústria de processamento de matérias-primas biomássicas.

Este laboratório tem realizado diversos estudos essenciais para o conhecimento da biomassa nacional, designadamente resíduos florestais e agrícolas, resíduos sólidos provenientes da actividade agro-industrial e da indústria transformadora dos produtos florestais, ou ainda espécies vegetais especialmente vocacionadas para a produção de energia.
 

A acreditação do Laboratório do CBE pelo Instituto Português de Acreditação (IPAC) obtida em 2015 veio ao encontro das necessidades da indústria nacional de produção de peletes que dispõem agora de uma infra-estrutura tecnológica de elevada eficiência, especialmente vocacionada para o controle de qualidade seus produtos.
 

O CBE pode portanto garantir o papel de “Testing Body” do sistema de certificação de peletes para uso doméstico ou serviços - ENplus e Biomasud a nível nacional e internacional, com capacidade de dar resposta às necessidades das empresas no que respeita às exigências dos sistemas de certificação de biocombustíveis sólidos implementados na Europa.
 

O contributo do CBE no controlo de qualidade e sensibilização para a importância da utilização de biocombustíveis sólidos adaptados às diferentes utilizações (calor doméstico, produção de electricidade, etc.) é uma forte aposta para o desenvolvimento de um “cluster” da indústria nacional relacionada com a utilização da biomassa.
 

A experiência do CBE permite-lhe ser uma interface entre a produção e o consumo de biocombustíveis sólidos, numa perspectiva de garantia de qualidade e de apoio técnico, acrescentado assim valor à cadeia da biomassa, bem como prestar um serviço de informação e sensibilização ao público e de formação às empresas.